sábado, 9 de abril de 2016

LULA QUER UM PEDIDO DE DESCULPAS,OU ELE QUERIA DIZER,VAMOS ROUBAR MAIS PARA 2018.OU DESCULPE TOMAR EMPRESTADO SERÁ

JAKARTA POST-UK leader Cameron under fire over link to offshore accounts

VIETNAM NEWS-Hà Nội – Hải Phòng Expressway blocked deliberately: Official

JAPAN TODAY NEWS-All six SDF jet crew members confirmed dead after crash


© Fornecido por Notícias ao Minuto
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou do Encontro da Educação com Lula em Defesa da Democracia, que ocorreu nesta sexta-feira (08), em São Paulo. Ele disse que "Não existe exemplo de revolução no mundo igual à que fizemos em 12 anos, sem dar um tiro." 
Entrando no assunto do encontro, a educação, o petista afirmou que "as pessoas, em vez de ficar felizes porque tinha alguém mais humilde ao seu lado estudando, ficavam com raiva". Em um dos momentos, Lula declarou que "não irão transformar esse povo maravilhoso q tem orgulho de andar de vermelho em raivosos". 
Atacando a mídia, Lula declarou que não se lembra de ter sido tratado bem pela imprensa, nem quando ocupava o cargo de presidente do Brasil. Mas, disse que "quem deve julgar a imprensa não é o presidente e sim o telespectador, o leitor". E, segundo ele, o tratamento também é o mesmo com Dilma: "Não me conformo com o tratamento que dão à Dilma, desde a Copa do Mundo".  
Seguindo com o discurso, o ex-presidente falou sobre as diversas delações premiadas que estão sendo homologadas: "A delação premiada tá me cheirando a Big Brother. Será que as empresa tem dois cofres, um benzido e outro podre? E o PT só pega do podre?". Para finalizar, Lula concluiu: "quando isso tudo terminar, tudo que eu quero é que me digam uma palavra: desculpa. Porque eles erraram".

Nenhum comentário:

Postar um comentário